Conheça os diversos benefícios do chá verde.

chá verde

Confira agora os pontos positivos para a saúde, discriminação nutricional, tipos de chá verde e os seus efeitos colaterais.

O chá verde, é oriundo da China e da Índia, por muito tempo vem sido consumido pelos benefícios que traz a saúde e recentemente tem ganhado espaço em outros países como os Estados Unidos.

Hoje em dia o chá é a bebida mais consumida no mundo, estando apenas atrás da água. Porém apenas 20% é verde, enquanto 78% dos chás consumidos são pretos.

Todos os tipos de chá, exceto chá de ervas, são feitos a partir das folhas secas do arbusto Camellia sinensis e o tipo do chá é determinado pelo nível de oxidação das folhas.

O chá verde é feito de folhas não oxidadas e é um dos tipos menos processados ​​de chá. Por conseguinte, contém mais antioxidantes e polifenóis benéficos.

Fatos rápidos sobre o chá verde

Listados abaixo estão os possíveis benefícios de saúde associados ao chá verde. O chá verde é tradicionalmente usado na medicina chinesa e indiana para controlar o sangramento, curar feridas, ajudar na digestão, melhorar a saúde mental e cardíaca e regular a temperatura corporal. Atualmente também vem sendo usado nos EUA, de forma em que sua popularidade devido a eficácia aumenta cada vez mais.

Estudos recentes mostraram que o chá verde pode potencialmente ter efeitos positivos em tudo, desde perda de peso a doenças do fígado, diabetes tipo 2 e doença de Alzheimer.

É importante notar que são necessárias mais evidências antes que esses possíveis vínculos de benefícios à saúde sejam comprovados:

1) Chá verde e prevenção do câncer

Estudos realizados pelo instituto nacional do câncer, mostraram que os polifenóis provenientes do chá trabalham na diminuição do crescimento do tumor, além de proteger contra o a radiação ultravioleta (UVB).

Em países onde o consumo de chá verde é alto, as taxas de câncer tendem a ser menores, mas é impossível saber ao certo se é o chá verde que previne o câncer nessas populações específicas ou outros fatores relacionados ao estilo de vida.

Alguns estudos confirmam a ação benéfica do chá verde nos seguintes tipos de câncer:

  •         Mama
  •         Bexiga
  •         Ovário
  •         Intestino
  •         Esofágico (garganta)
  •         Pulmão
  •         Próstata
  •         Pele
  •         Estômago

Os pesquisadores acreditam que é o alto nível de polifenóis no chá que ajuda a matar as células cancerosas e impedi-las de crescer. No entanto, os mecanismos exatos pelos quais o chá interage com as células cancerosas são desconhecidos.

No entanto, outros estudos não descobriram que o chá pode reduzir o risco de câncer. A quantidade de chá necessária para efeitos preventivos do câncer também varia muito em estudos – de 2-10 xícaras por dia.

Em 2005, a Food and Drug Administration (FDA) declarou: “Não há evidência confiável para apoiar alegações de saúde qualificadas para o consumo de chá verde e uma redução do risco de cânceres gástrico, pulmonar, cólon / retal, esofágico, pancreático, ovariano e combinado”. “

2) Benefícios do coração de chá verde

Um estudo de 2006 publicado no Journal of American Medical Association concluiu que o consumo de chá verde está associado à redução da mortalidade devido a todas as causas, incluindo doenças cardiovasculares.

O estudo acompanhou mais de 40.000 participantes japoneses entre as idades de 40 e 79 por 11 anos, começando em 1994.

Os participantes que bebiam pelo menos 5 xícaras de chá verde por dia tinham um risco significativamente menor de morrer (especialmente de doença cardiovascular) do que aqueles que bebiam menos de uma xícara de chá por dia.

O chá verde contém catequinas, compostos polifenólicos que, acredita-se, exercem numerosos efeitos protetores, particularmente no sistema cardiovascular.

3) chá verde e menor colesterol

Uma análise de estudos publicados em 2011 constatou que o consumo de chá verde, seja como uma bebida ou em forma de cápsula, estava ligado a reduções significativas, mas modestas no colesterol total e LDL ou “ruim”.

4) risco de derrame e chá verde

Ingerir chá verde ou café de forma regular está associado a redução do risco de um acidente vascular cerebral (AVC), de acordo com um estudo publicado na revista Stroke: Revista da American Heart Association.

O principal autor do estudo, o Dr. Yoshihiro Kokubo, Afirma: “Este é o primeiro estudo em larga escala a examinar os efeitos combinados do chá verde e do café nos riscos de AVC. Você pode fazer uma pequena, mas positivo mudança de estilo de vida para ajudar a reduzir o risco de derrame, adicionando chá verde diário à sua dieta.”

5) Chá verde para diabetes tipo 2

Existem alguns estudos relacionados ao chá verde e a diabetes. Alguns estudos demonstram que pessoas que consomem chá verde tem menos risco de desenvolver diabetes do tipo 2 do que pessoa que não consomem o chá. Já outros estudos não empregaram o consumo do chá a nada relacionado a diabetes.

6) Chá verde e perda de peso

O chá verde pode promover uma pequena perda de peso não significativa em adultos com sobrepeso e obesidade; Porém, como o estudo não foi aprofundado não é possível dar a certeza de que o chá verde seja impactante para a perda de peso.

7) Chá verde e doenças inflamatórias da pele

Um estudo de 2007 concluiu que o chá verde pode ser promissor como um novo tratamento para doenças da pele, como psoríase e caspa. Os pesquisadores estudaram um modelo animal para doenças inflamatórias da pele, muitas vezes caracterizado por manchas de pele seca, vermelha e escamosa causada pela inflamação e superprodução de células da pele. Aqueles tratados com chá verde mostraram um crescimento mais lento das células da pele e a presença de um gene que regula os ciclos de vida das células.

8) Chá verde e a memória de trabalho.

Uma pesquisa publicada na revista Psychopharmacology sugere que o chá verde pode melhorar as funções cognitivas do nosso cérebro, particularmente a memória de trabalho.

A equipe de pesquisa disse que suas descobertas sugerem que o chá verde pode ser promissor no tratamento de deficiências cognitivas associadas a distúrbios neuropsiquiátricos, como a demência.

9) O chá verde e a doença de Alzheimer

Em um estudo publicado em 2011, os pesquisadores testaram o efeito de um componente do chá verde, CAGTE (ou extrato de chá verde “disponível em cólon”), após ter sido digerido, para ver como ele afetou uma proteína-chave na doença de Alzheimer.

Esse estudo agrega muito à pesquisas feitas anteriormente, nas quais foi indicado que o chá verde pode sim diminuir o risco de Alzheimer

Em uma publicação a Alzheimer’s Society comentou: ” Esse estudo agrega muito à pesquisas feitas anteriormente, nas quais foi indicado que o chá verde pode sim diminuir o risco de Alzheimer. No entanto, os pesquisadores usaram uma dose muito maior do produto químico ativo do chá verde que jamais seria encontrado no corpo humano Mais pesquisas são necessárias para ver se o chá verde é protetor em uma dose muito menor e para entender o mecanismo envolvido.”

Outros estudos descobriram que o chá verde pode ser útil na prevenção de cáries dentárias, estresse, fadiga crônica, tratamento de doenças da pele e melhora da artrite, reduzindo a inflamação.

Mais pesquisas são necessárias para firmar essas teorias.

Colapso nutricional do chá verde

O chá verde não adoçado é uma bebida com zero caloria. A cafeína contida em uma xícara de chá pode variar de acordo com a duração do tempo de infusão e a quantidade de chá infundida. Em geral, o chá verde contém uma quantidade relativamente pequena de cafeína (aproximadamente 20-45 miligramas por copo de 8 onças), diferente do café e chá preto, que contem respectivamente 95 e 50 miligramas por xícara.

O chá verde é considerado uma das bebidas mais saudáveis ​​do mundo e contém uma das maiores quantidades de antioxidantes de qualquer chá. Substâncias químicas naturais chamadas polifenóis no chá são o que se acredita que forneçam seus efeitos anti-inflamatórios e anticancerígenos. O chá verde é aproximadamente 20-45% de polifenóis em peso, dos quais 60-80% são catequinas como o EGCG. Catequinas são antioxidantes que ajudam a prevenir danos às células.

Tipos de chá verde

O chá verde é engarrafado e adoçado com açúcar ou adoçante artificial, em sacos de chá individuais, folhas soltas e em pó instantâneo.

O chá verde pode ser encontrado de em vários tipos, incluindo:

  •         Engarrafado e adoçado com açúcar ou adoçante artificial.
  •         Em sacos de chá individuais.
  •         Como folhas soltas.
  •         Em pó instantâneo.
  •         Suplementos de chá verde, que são vendidos em forma de cápsulas ou extratos líquidos.

De acordo com a pesquisa de 2010 apresentada na American Chemical Society, os chás engarrafados não são equivalentes a chás fermentados, já que alguns chás engarrafados de 16 onças podem conter menos polifenóis do que uma xícara de chá fresco.

Efeitos colaterais e riscos do chá verde

Há pouco ou nenhum efeito colateral conhecido ou contraindicações para beber chá verde para adultos. No entanto, os seguintes riscos ou complicações devem ficar claros:

Sensibilidade à cafeína – aqueles com sensibilidade severa à cafeína podem sentir insônia, ansiedade, irritabilidade, náusea ou dor de estômago.

Diluentes de sangue – aqueles que tomam anticoagulantes, como o Coumadin / varfarina, devem beber chá verde com cuidado devido ao seu conteúdo de vitamina K. Também é recomendado evitar o chá verde e a aspirina, porque ambos reduzem a eficácia da coagulação das plaquetas.

Outros estimulantes – se tomado com drogas estimulantes, o chá verde pode aumentar a pressão arterial e a frequência cardíaca.

Alguns suplementos a base de chá verde podem contêm altos níveis de substâncias ativas e junto a interação com outras ervas, medicamentos ou suplementos, pode desencadear efeitos colaterais.

Suplementos de chá verde não são regulamentados pelo FDA e também podem conter outras substâncias inseguras para a saúde ou com benefícios de saúde não comprovados. Sempre verifique com um médico antes de iniciar qualquer regime de erva ou suplemento.

Em particular, as mulheres grávidas ou lactantes, aquelas com problemas cardíacos ou hipertensão, problemas renais ou hepáticos, úlceras estomacais ou distúrbios de ansiedade não devem tomar suplementos ou extratos de chá verde.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*